Biojoias e folheados a ouro não são bijuterias, pelo contrário. Eles são peças únicas, belas e valiosas que complementam o visual, dão ênfase à beleza e ainda utilizam materiais naturais para sua fabricação. As semijoias e as joias folheadas em ouro ou prata ficam mais bonitas quando ornadas com insumos da natureza, como pedras semipreciosas, sementes e madeira. 

Você não precisa de joias de ouro maciço ou de pedras preciosas raras. A beleza pode vir de qualquer lugar, especialmente da floresta. As biojoias brasileiras são sustentáveis, tanto que são chamadas de ecojoias por muita gente.  

1. Opções de biojoias e folheados a ouro para todos os gostos

Os materiais das eco joias e biojoias são muito variados. Entre em uma loja e você verá uma quantidade enorme de modelos e, principalmente, de matérias-primas usadas em cada peça. Ágata, pedra do sol, quartzo, ametista, hematita, jade branco, cada uma delas traz um visual diferente para a peça. Elas são tão belas quanto as joias e ainda mais preciosas, já que são feitas de materiais extraídos da mata amazônica, um dos ecossistemas mais ricos que existem no mundo. 

2. Presentes diferentes, mas que agradam qualquer um

Existem cores, materiais e estilos para todos os gostos. Por isso, não existe como errar em um presente de biojoias! Não importa se é algo para sua mãe, irmã, sogra ou até colega de trabalho. Todas encontram algo para amar nos modelos. 

3. Folheados a ouro adequados para todas as situações

Está em busca de um presente que se encaixe para uma ocasião? Não se preocupe, as bio joias banhadas em ouro e prata se encaixam em qualquer situação, desde as festas mais formais até um café com amigas no dia a dia. 

4. Materiais diferenciados exclusivos 

Já viu uma semijoia feita de madeira e folhada a ouro? A peça é única, algo que você dificilmente verá em outro lugar e extremamente linda. O mesmo acontece com todas as ecojoias e biojoias, cada uma delas possuindo uma aparência completamente própria e exclusiva. Quem ama estilo com certeza precisa aproveitar essas peças que trazem uma forte sensação de individualidade combinada com beleza!

5. Preservam a natureza

As biojoias são sustentáveis. Adquirindo joias desse tipo você ajuda no sustento de povos da floresta, que vivem do extrativismo, e no equilíbrio da natureza.

6- Biojoias valorizam a cultura nacional

As biojoias representam o que existe de mais rico em cores, texturas e belezas naturais no Brasil. Utilizando produtos, como madeiras, frutos e sementes, elas ajudam a valorizar a cultura local. 

Com a popularização desse tipo de joias delicadas, o uso de materiais, como semente de açaí, jarina e buriti também espalhou-se pelo mundo das joias e bijuterias. Isso significa que cada vez mais pessoas têm conhecido essa prática tradicional, algo que também gera renda para comunidades locais de coletores e artesãos. 

Algumas culturas marginalizadas, como é o caso de tradições indígenas, também foram recuperadas e valorizadas através das bio joias. Quem procura algo realmente brasileiro precisa conhecer toda a variedade dessas peças. 

7- Fazem parte do conceito de moda sustentável

A moda sustentável começou a ganhar força nos anos 2000 e desde então não para de crescer e ganhar novos adeptos. Quem tem aderido a esse conceito procura consumir de maneira a diminuir o impacto no meio ambiente e nas comunidades envolvidas com a produção. 

Portanto, é importante diminuir a busca por grandes marcas cuja pegada de carbono no mundo é ainda maior. A moda sustentável busca opções que utilizam materiais renováveis e que sejam duráveis e atemporais. 

É claro que as bio joias se encaixam muito bem nessas necessidades. Elas combinam metais preciosos com materiais renováveis e naturais, como madeiras e sementes. Além disso, cada peça recebe tratamento para aumentar sua durabilidade. Delicadas, lindas e cheias de detalhes, elas se encaixam em qualquer look e não saem da moda rápido. 

Pensando em consumir de maneira consciente? Inclua as bio joias na sua lista.  

Entenda como as biojoias são fabricadas

Apesar de falarmos muito das biojoias hoje em dia, sua fabricação é uma arte milenar. Praticamente todas as culturas possuíam técnicas para utilizar materiais naturais comuns para a fabricação de acessórios. Aqui no Brasil, as técnicas indígenas foram bastante difundidas no Norte para o uso de frutas e madeiras típicas. 

Mas as semijoias atuais não utilizam somente técnicas tradicionais. Elas misturam o que existe de mais tecnológico para a produção de peças duráveis, resistentes e belas. Conheça o processo de fabricação das bio joias para entender mais um motivo para incluí-las no seu visual. 

1- Tratamento do material orgânico em biojoias

As biojoias ficaram conhecidas por usarem material orgânico em sua fabricação. Um colar de sementes, por exemplo, consegue destacar-se por possuir texturas únicas e exclusivas e cores que raramente vemos em outros tipos de acessórios. Mas isso também traz algumas preocupações para quem compra, como “será que a peça vai durar”?

Após serem coletados, os materiais orgânicos usados na fabricação passam por um processo de tratamento. Os produtos, como as sementes, são secados e esterilizados para garantir que não ocorrerá a formação de fungos, como aconteceria em materiais em decomposição na natureza. 

Brincos de madeira e colar de madeira também precisam passar por um tratamento químico. Isso garante que sua durabilidade seja maior e que quem compra uma bio joia possa mantê-la por muitos anos. 

2- Pedras preciosas ou semipreciosas nas biojoias

Outro elemento marcante das biojoias são as pedras preciosas ou semipreciosas. Algumas das mais comuns nas composições incluem: 

  1. Jaspe australiano; 
  2. Lapis lazuli; 
  3. Ônix; 
  4. Ágata;
  5. Turquesa; 
  6. Calcita amarela; 
  7. Rodonita; 
  8. Olho de tigre
  9. Citrino
  10. Quartzo. 

É claro que existem muitas outras variedades de pedras que você pode encontrar em uma biojoia. Elas também passam por alguns tratamentos para mostrarem sempre seu melhor lado. Além do processo de corte, elas também são polidas para manter-se sempre chamativas e brilhantes. 

O tamanho da pedra depende bastante da peça. Algumas semijoias, por exemplo, usam pedras pequeninas para trazer mais delicadeza. Outras usam pingentes grandes e chamativos para um look perfeito. 

3- Metais preciosos nas biojoias

Sabia que todas as biojoias recebem banho de metais preciosos? Por aqui utilizamos prata e ouro para banhar uma variedade infinita de pedras. Mas não pense que fazemos isso para tirar o destaque dos materiais naturais ou pedras típicas do Brasil que utilizamos. 

O banho em metais preciosos aumenta e muito a durabilidade de uma peça. Um brinco folheado a prata, por exemplo, está bem menos exposto à ferrugem e corrosão. O mesmo acontece com peças folheadas a ouro. 

Além disso, o processo de folhear com metais preciosos diminui muito a incidência de alergias. Já imaginou a tristeza de encontrar um brinco perfeito para seu visual, mas perceber que ele lhe dá alergia sempre que usa? Folheados são a solução perfeita para isso.

Passo a passo para escolher as melhores bio joias

Já se convenceu a comprar essas peças que são tendência? Então confira algumas dicas para escolher as que mais combinam com seu visual. Pode começar com uma certeza: você vai encontrar a opção de biojoia perfeita para você. 

1- Considere seu estilo pessoal para as biojoias

Antes de qualquer compra de biojoias é importante pensar no seu estilo pessoal. Qualquer acessório que você resolver adquirir precisa combinar com as peças que você já usa, seja no dia a dia ou para eventos sociais.

Quem curte um estilo mais moderno e urbano talvez goste de maxi peças, como brincos de coco com pingentes maiores e detalhes folheados em ouro. Já as fãs de um look conservador e tradicional talvez se dêem melhor com joias delicadas menores, que servem de detalhe para o visual. 

2- Decida se procura peças para dia a dia ou para eventos

Isso faz toda a diferença na escolha do produto, seja nos materiais que o compõem ou no tamanho e formato dos pingentes. Em geral, os acessórios para o dia a dia são mais sutis e delicados. Afinal de contas, ter uma pulseira muito volumosa pode até atrapalhar durante a rotina de trabalho. 

Boa parte das mulheres reservam seus colares, brincos e pulseiras mais chamativas para os eventos sociais. Pode até ser um café da tarde com as amigas, mas estar arrumada e com acessórios poderosos sempre é importante. 

3- Escolha peças confortáveis

Por acaso você já comprou um acessório que parecia lindo na vitrine, mas que você acabou usando uma vez só e desistindo? Isso acontece muito quando escolhemos uma peça que não é confortável no corpo. Felizmente, as biojoias tendem a ser extremamente confortáveis e ainda, hipoalergênicas. Mas é sempre bom pensar naquilo que se encaixa melhor com seu corpo. 

E aí, qual será sua próxima biojoia para complementar o visual?