Semijoias finas são o destaque do visual de qualquer mulher. Elas trazem vida e cor ao look e o deixam mais formal ou descontraído de acordo com a combinação. Mas o que fazer quando não sabemos quais são as melhores semijoias? Gargantilha feminina ou colar de ouro feminino delicado? Pulseira folheada a ouro ou joias artesanais

Responderemos como tomar essas decisões difíceis e conseguir o melhor resultado com os passos abaixo. 

Semijoias finas completam qualquer look

A realidade é que sem semijoias finas o visual não está completo. Mas tome cuidado, porque elas são aquele detalhe que deixa tudo ainda mais perfeito ou arruina roupas simplesmente belíssimas. 

Nem sempre é o acessório em si, mas a forma de combiná-lo em um look completo. Por isso, trouxemos um passo a passo abaixo para acabar de vez com as dúvidas. Prepare sua gaveta de semijoias finas, porque vai aprender a usar todas elas. 

1. Pense na ocasião em que vai usar as semijoias

Assim como roupas, semijoias dependem muito da ocasião. Você nunca iria em uma reunião da escola das crianças com um vestido tubinho preto com lantejoulas prateadas. Da mesma forma, não deve deixar que peças extravagantes arruinem seu visual para passeios durante o dia. 

Afinal de contas, o que combina com cada ocasião? As peças clássicas, como colar de pérolas longo, são as mais indicadas para um evento formal. Pensando em um jantar da empresa, casamento ou formatura? Elas certamente não deixarão ninguém na mão. 

Já as ocasiões menos formais do dia a dia, como passeios noturnos, almoços e festas durante o dia, podem incluir mais ousadia. Joias artesanais e que misturam cores e texturas são perfeitas para demonstrar sua personalidade e beleza. 

2. Escolha semijoias finas de acordo com suas cores

Antes de escolher as semijoias finas, pense nas roupas. Ou melhor, nas cores que pretende usar na ocasião. Digamos que, hipoteticamente, você esteja pensando em um vestido com tons terrosos e um sapato dourado. Um acessório em prateado ou tons azulados ficaria destacada e dificilmente combinaria. 

Por isso, pense sempre em encontrar cores complementares. Elas são a aposta certa para conseguir o equilíbrio visual. Quer dizer que não podemos exagerar nas cores do acessório quando as roupas são neutras? Depende bastante. Nesse caso, tome cuidado com o foco. 

As roupas devem chamar mais atenção? Tente usar cores complementares nos acessórios para evitar exageros. Caso as joias sejam o centro, pode exagerar nas cores, contanto que o look completo não pareça carregado.

conjunto de colar com pedras e semijoias finas

3. Considere seu tom de pele para pulseira de ouro

Pulseira de ouro e outros acessórios precisam combinar com seu tom de pele. Provavelmente, já existem cores de roupas que você não gosta de usar porque ficam sem graça ou muito chamativas. O mesmo acontece com as semijoias!

Escolha tons que se destaquem da sua pele para que o acessório receba a atenção que merece. A dica aqui é apostar em cores primárias, como azul, vermelho e amarelo, para peles com tons mais frios. As de tons quentes ficam excelentes com tons terrosos!

Outra boa ideia é apostar em itens dourados ou prateados, que são coringas. Eles se destacam tanto em peles mais claras quanto mais escuras. 

4. Escolha semijoias finas com significados pessoais para você 

Semijoias finas com significados deixam você muito mais confiante e maravilhosa. Que tal apostar naquele colar que guarda um lugar especial no seu coração? Certamente existem formas de deixá-lo maravilhoso, seja em um mix de colares ou como uma peça destaque. 

Quem gosta de joias com uma característica mais artesanal tem um prato cheio de significados e energias. Cada pedra utilizada para a fabricação tem seus próprios poderes místicos, ajudando a trazer proteção, amor, confiança, alegria e até a livrar-se de mau olhado. 

Apostando em algo que além de belo, possui um significado para você, será possível criar os looks mais incríveis. 

5. Colar de ouro feminino delicado complementa os acessórios

Na hora de combinar acessórios confie no colar de ouro feminino delicado para equilibrar tudo. O ouro é um coringa maravilhoso para combinações e ajuda a deixar o tom de um look ousado mais casual ou trazer mais brilho a um visual básico. 

Por acaso exagerou com um maxi colar colorido e gostaria de deixar tudo mais sóbrio? Um colar de ouro de corrente fina resolve todos os problemas e ainda é cheio de estilo. 

O prata tem um efeito similar e também é perfeito para arrasar nas combinações. Então nada de dúvidas: aposte nas peças folheadas com esses metais preciosos sempre que precisar de algum tipo de complemento. 

6. Cuidado com a gola e decote das roupas 

Esse é um erro simples: usar um colar comprido com roupas de gola alta ou uma gargantilha em um decote mais profundo. As peças e roupas precisam ser complementares nesse quesito: enquanto acessórios mais longos ajudam a destacar o colo e dão um ar mais sensual ao corpo, elas ficam apagadas quando a roupa possui gola alta ou muitos detalhes no decote. 

Quem gosta de roupas com decote mais aberto ou sem alças pode apostar em maxi colares ou camadas para chamar a atenção. 

Agora uma dica importantíssima para quem gosta de golas altas: algumas vezes o melhor é ousar nos brincos e deixar a região livre de colares. 

7. Semijoias finas também precisam de equilíbrio

Mesmo as amantes das semijoias finas precisam de controle na hora de montar seu visual. Equilíbrio é tudo, já que excesso de informações faz com que o visual pareça amador e preparado às pressas. 

Escolha um acessório para ser o foco, que podem ser os brincos, o colar ou até mesmo as pulseiras. Os restantes devem complementá-lo, mas nunca chamar mais atenção que ele. Portanto, quem usa um mix de colares pode evitar pulseiras muito chamativas ou coloridas demais, por exemplo.